Escreva, clique aqui. Usuário cadastrado clique aqui
quarta-feira, 30/07/2014 | Comentar

Uma pequena joia

Por Martha Medeiros
ZERO HORA

Não sei se é de família ou hábito apenas da minha mãe, só sei que, entre nós, qualquer preciosidade é chamada de joia. Pergunto para minha mãe sobre um filme ou sobre um lugar que ela conheceu, e se ela responde que...

email twitter facebook imprimir
domingo, 01/04/2012 | 3 Comentários

Uma infausta data: 48 anos depois

Por Marcos Silva

Recebi o seguinte texto, que repasso.

Uma infausta data: 48 anos depois.

Caio N. de Toledo

Aos que partiram sem poder dizer adeus.

Na data em que o imaginário popular consagra como o “dia da mentira” – 48 anos atrás – foi rompida...

email twitter facebook imprimir
domingo, 01/04/2012 | Comentar

Do exílio a todo lugar

Salman Rushdie é presença incansável na agitada vida noturna de Nova York.

aqui

email twitter facebook imprimir
domingo, 01/04/2012 | Comentar
FIM TRISTE Goulart em 1967, no Uruguai. Ele fez várias tentativas de voltar ao Brasil, mas morreu no exílio (Foto: Ag. RBS)

Um novo retrato de Jango

Por...

email twitter facebook imprimir
domingo, 01/04/2012 | Comentar

Só queremos casa, comida e liberdade

Ao ser preso e torturado, Ramy Essam se torna herói da revolução árabe, grava CD e sai em turnê para alertar: mais sangue será derramado.

aqui

email twitter facebook imprimir
Posts mais antigos

Poesia //

Ver todas
segunda-feira, 28/07/2014 | 1 Comentário

Abissal

Por Ednar Andrade

abismo

O mar possui mistérios,
Segredos, tesouros,
Monstros tremendos.

Em suas trevas,
Sou água-viva
Indesejada, esquiva,

Sossegada e profunda.
Habito no silêncio,
Do abismo de mim.