Escreva, clique aqui. Usuário cadastrado clique aqui
quarta-feira, 23/04/2014 | Comentar

Reouvindo Chico II – Meu caro amigo

Por Marcos Silva

A canção “Meu caro amigo”, parceria de Chico Buarque com Francis Hime, foi lançada em 1976. A ditadura Geisel anunciava “abertura” e praticava assassinatos – Manoel Fiel Filho, em janeiro, e os comunistas Angelo Arroyo, João Drummond e Pedro Pomar, em dezembro. A...

email twitter facebook imprimir
terça-feira, 03/07/2012 | Comentar

O grande e o pequeno

Por Paulo Roberto Pires

Dentre os convidados da décima Flip, Jonathan Franzen é autor do maior livro de ficção: 608 páginas. Alejandro Zambra (foto), do menor: 94 páginas. Liberdade traz, em seu título, grandiloquência. Bonsai, miniatura.

aqui

email twitter facebook imprimir
terça-feira, 03/07/2012 | Comentar

Marvel Now – Editora vai fazer relançamento de principais séries

Títulos remodelados saem a partir de outubro – serão mais de 20.

aqui

email twitter facebook imprimir
terça-feira, 03/07/2012 | 1 Comentário

Audaciosamente indo aonde os gêneros literários se encontram

Por Antonio Luiz M. C. Costa

Uma discussão recorrente na ficção científica, assim como entre os leitores de obras de fantasia, terror, policiais e similares é se um texto pode ser ao mesmo tempo um paradigma do gênero e uma obra respeitável como literatura sem...

email twitter facebook imprimir
terça-feira, 03/07/2012 | 1 Comentário

Por menos jornalismo

Por Everton Dantas
NO NOVO JORNAL

A título de esclarecimento geral é preciso lembrar a quem esqueceu (ou não sabe mesmo) que não pode ser chamado de jornalismo o fato de ter um blog, somente. Ou um twitter, aparentemente. Nem tão pouco pode ser caracterizada como tal...

email twitter facebook imprimir
Posts mais antigos

Poesia //

Ver todas
quarta-feira, 23/04/2014 | Comentar

A ETERNIDADE DE DEUS E DA TARDE

Por Eduardo Gosson

Para Suely Meneses

 São quinze horas

Na Pça. André de Albuquerque -

onde o português iniciou a Colonização

as repartições não vencem

a monotonia do quotidiano

 

Mas o repicar do sino

da igrejinha de Nossa Senhora

dos pretos do Rosário,

tendo o Rio Potengi

e a Cidade do Natal ao lado,

anuncia a beleza de Deus

e da tarde.

 

(17.04.2014)