Pablo Capistrano
Mais

Quem te guia é o engarrafamento

Enquanto estava parado no trânsito a caminho do trabalho, bem em cima da Ponte Newton Navarro, escutei na rádio CBN ...
Mais

Velhos espectros, novos pavores

Um espectro ronda o Brasil – o espectro do comunismo. Essa paráfrase da primeira frase do Manifesto Comunista de Marx ...
Mais

Marx, o mouro incontornável

Leio um textão sobre Marx em um grupo do WhatsApp com ‘razões’ para nos afastarmos de seus escritos; a despeito ...
Mais

A Bandeira Vermelha

Não sei se é só semiótica, mas o fato é que, no século XIX, quando ficou claro que o novo ...
Artes VisuaisMais

Erre de novo, erre melhor

Poucas vezes a arte rompeu muralhas ideológicas, como na França dos séculos XVIII e XIX; exemplo intenso vem dos quadros ...
Mais

Onde se enterram os heróis?

Antes mesmo da derrota militar na Rússia, ou da derrota ideológica para a reação prussiana na Alemanha, o sintoma do ...
Mais

Cabeças cortadas: as virtudes e seus terrores

Sobre as diferenças entre “terror” e “horror”, meu padrinho de batismo, o diretor de teatro Carlos Furtado costumava a dizer: ...
Mais

A velha violência da Ordem

Atrás de uma imensa janela de vidro pessoas bem vestidas aproveitam um coquetel. Enquanto garçons servem vinho, champanhe e camarão ...
Mais

A festa dos mortos

Contam as velhas fofocas filosóficas que a população de Königsberg, na Prússia oriental, ficou profundamente impactada quando a notícia da ...
Mais

A importância de ser comum

Em 1656, quinze anos depois dos acontecimentos que levaram os ingleses a cortar a cabeça do rei Carlos I, Diego ...