AgendaMúsica

Carlos Zens apresenta “Muitos Brasis” no Moinho Batata

O flautista, compositor e cantor Carlos Zens, considerado um dos grandes nomes da musica potiguar, apresentará o show “Muitos Brasis”, sábado, 12, no Moinho Batata, em Ponta Negra, em homenagem ao Dia dos Pais. 

Em formato acústico para trio, o show contará com valsas, baião, choro, samba de roda, canções que formam o repertório dos sete CDs lançados pelo artista, bem como inéditas que revelam suas pesquisas do cancioneiro brasileiro, numa fusão entre a música tradicional de raiz, seus contatos com os mestres da cultura popular, assim como da música erudita pela sua formação acadêmica.

Carlos Zens (flauta, voz e sax) estará acompanhado por Ricardo Menezes (violão) e Kleiber Viana (pandeiro /percussão). Tem parcerias com grandes nomes da música brasileira, um repertório criativo e em suas composições canta sua aldeia. Tem o exercício de fazer releituras musicais criativas sobre os grandes mestres da música universal como A Primavera / Asa branca (Antonio Vivaldi e Luiz Gonzaga), Tema da 5ª Sinfonia / Ciranda do sossego (Beethoven e Carlos Zens), Carmem de Bizet e Pisa na Fulô, (Bizet e João do Vale).

Sobre Carlos Zens

Carlos Zens é daqueles músicos natos que nasceu para música, porque não dizer “nasceu para tocar flauta”, nas palavras do flautista francês Jean Noel Saghaard. Potiguar de Natal, imerso na música constrói sua história com maestria nestes quase 30 anos de carreira. Sempre quis ser músico, fazer da música sua profissão e expressão de vida. Aos 15 anos iniciou seus estudos na Escola de Música da UFRN, e bacharelou-se pelo Instituto de Artes da UNESP (Universidade Estadual Paulista).

O universo sonoro das composições de Carlos Zens trilha a pesquisa sobre a música popular brasileira numa fusão da erudita e a tradicional de raiz, reforçado no contato com os mestres da cultura popular como Mestre do Boi de Reis (Manoel Marinheiro-RN ), da capoeira (Mestre Marcos Capoeira de Angola, Mestre Bule Bule de Chulas-BA, a cirandeira (Lia de Itamaracà-PE ), dos rabequeiros (Cicero Carlos e Mestre Paulo da Rabeca-RN ); o repentista (Sebastião Dias-RN); do teatro de bonecos do João redondo (Chico Daniel-RN ) e o mestre da sanfona e compositor ( Dominguinhos-PE ), os mestres do Pife como Sebastião Biano-SP, Irmãos Aniceto-CE, Banda de Pífanos de Caruaru-PE, e mais recente Zabé da Loca-PB, têm sido referenciais para a sua produção como intérprete, compositor e professor de música. No campo erudito suas influências de pesquisa para a flauta brasileira passa pelos grandes mestres como Joaquim Callado, Patápio Silva, Pixinguinha, Benedito Lacerda e Altamiro Carrilho.

Sua discografia independente é formada por oito CDs: Pescador de Sons, Carlos Zens, No Choro Potiguar, Ouvindo o Coração, Arapuá no Cabelo, O Menino da Paz (Trilha sonora Auto de Natal-2007), Fuxico de Feira, O Tocador de Flauta e o Potyguara.

Como extensão da sua arte musical, ministra Workshop e Palestra sonora, atuou como professor de flauta e pífano, no Projeto Conexão Felipe Camarão, no Instituto Waldemar de Almeida, Instituto Legislativo no campo da educação, da cultura e social. Flautista da Banda Sinfônica da cidade do Natal/RN e músico da Banda “Atmadas” – Word Music.

https://youtu.be/OLksXs7EPQM

http://youtu.be/Qf_1qPFDFg4

Share:
Tácito Costa

Comentários

Leave a reply