Crônicas e Artigos

Breve nota sobre o Cinema Nordeste

Cinema Nordeste

O Cinema Nordeste era um cinema arrojado.

Moderno, foi inaugurado em 1958, como um dos poucos exemplares do modernismo em Natal. Um cinema aconchegante e belo, o primeiro a funcionar em Natal com ar-condicionado.

Escuro como breu, lembro do lanterninha a nos guiar ate encontrar o assento.

Em sua fachada, um belo painel do artista plástico Aguinaldo Muniz. Tudo destruído. Hoje no local funciona uma loja de departamento.

Em seu local também funcionou a Rádio Nordeste e a famosa Sorveteria Oásis. Edifício moderno e arrojado, símbolo da vanguarda em Natal.

Local de encontro da juventude potiguar. Muitos namoros começaram ai com o gosto do melhor sorvete da cidade.

Nos anos sessenta, o Cinema Nordeste teve seu apogeu exibindo filmes como Ali Babá e os quarenta ladrões, Desirée, O Amor de Napoleão, etc.

Depois, a série de filmes dos Trapalhões, de grandes bilheterias e outros filmes nacionais e lançamentos internacionais.

Lá vimos toda a série de Sissi, a imperatriz, com a bela Romy Schneider. Depois funcionou uma sessão de arte e, na sua decadência, filmes pornôs de baixa categoria.

Share:
João da Mata

Comentários

1 comment

  1. Maria Aparecida Anunciata Bacci 3 fevereiro, 2017 at 00:15

    Parabéns, bela nota sobre o cinema no Nordeste,infelizmente para os amantes do cinema essas belas foram caindo no esquecimento e no abando,,hoje podemos assistir filmes nas salas dos shopping mas elas não tem o mesmo glamour e a magia das antigas salas.

Leave a reply