Dança potiguar perde Solange Gameiro

Redação
Destaque

A dança do Rio Grande do Norte perdeu neste domingo, 23, uma de suas maiores batalhadoras.

Várias gerações de dançarinos e dançarinas ocuparam as redes sociais hoje (23.07) para homenagear e relembrar o trabalho aguerrido de Solange Gameiro pela dança potiguar. Ela tinha 55 anos e morreu vítima de câncer, contra o qual lutava desde abril último. O velório está ocorrendo no Morada da Paz, em Emaús. O enterro ocorrerá nesta segunda-feira, 24, às 16 horas, no mesmo local do velório

Natural de São Paulo, Solange Gameiro fez carreira na Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão-EDTAM, onde iniciou como professora, depois coordenadora e chegou à Diretoria Administrativa. Ao longo de 30 anos de atividades, conquistou reconhecimento e credibilidade junto ao segmento de dança do estado.

20369146_1278099242312663_3093667930312213425_o

A diretora artística da EDTAM, Wanie Rose publicou uma nota hoje em seu perfil no Facebook em nome da equipe da Escola.

“Nós que fazemos a EDTAM agradecemos imensamente a esta mulher guerreira da dança todos os 28 anos dedicados a nossa escola com muito amor e carinho. Solange, sua imagem estará sempre entre nós, radiante, dançante, ativa, com os olhos claros repletos de luz. Muita força para todos nós que continuaremos juntos a levar o seu trabalho para frente e muita força para toda a sua família neste momento de tão grande dor.

O colega Ronaldo Costa escreveu:

Foram muitos momentos compartilhados nesses 18 anos de convivência Sol! Talvez a forma mais bonita de lhe homenagear seja por meio de minha arte, eis portanto, uma foto do Don Quixote da Escola de Dança do Alberto Maranhão, aquele que vc chegava ao término da função e me falava: “MEU QUERIDO, VOCÊ BARBARIZOU!”. Vá em paz querida Solange Gameiro, todos nós que construímos juntos a EDTAM sentiremos saudades! A dança do Rio Grande do Norte sentirá saudade!

A ex-aluna Ceiça Barros escreveu:

Minha primeira professora de balé e, coincidentemente, anos mais tarde, a última antes de eu sair da EDTAM. Jamais esquecerei dos seus olhos cheios de amor e bondade. Nem do carinho que transbordava deles, mesmo durante as correções… com você aprendi mais do que uma técnica, aprendi a dançar com o coração. Foi um exemplo de professora que eu gostaria de ser… Obrigada por tantas oportunidades dadas à tantos jovens que sonhavam em ser bailarinos, e ainda sonham… graças ao seu trabalho e luta, por tantos anos, à frente da EDTAM. Que o Senhor a receba em seus braços e que possa confortar os amigos e sua família, em especial à querida Carla Gameiro. Todos estamos de luto, a dança está de luto, perdemos um grande ícone, uma grande mulher-bailarina-professora-mãe. 😥 Descanse em paz, minha amada e eterna professora Solange Gameiro.

Share:

Comentários

1 comment

  1. François Silvetre 24 julho, 2017 at 14:33

    Saudade e tristeza. Dela e da convivência dela. Dizer o quê? Somos tão frágeis ante crueza dos fatos…

Leave a reply