Agenda

GRECOM/UFRN lança o livro Francisco Lucas da Silva: um sábio da natureza

ceica

O GRECOM – Grupo de Estudos da Complexidade, da UFRN, lança no dia 8 de dezembro, às 17h, na Cooperativa Cultural, o livro “Francisco Lucas da Silva: Um Sábio na Natureza”.

francisco-lucas-da-silvaA obra foi organizada pelos professores Maria da Conceição de Almeida (foto de Ângela Almeida) e Thiago Emmanoel Araújo Severo, e é fruto de uma parceria entre duas importantes instituições da educação pública do RN: a UFRN, por meio do GRECOM, e o IFRN, por meio de sua Editora.

O título do livro pode nos levar a indagar: quem é Francisco Lucas da Silva? Por que ele é um sábio? De acordo com os dicionários, o sábio é aquele que sabe muito; que tem extensos e profundos conhecimentos. Porém, nem sempre conhecimento leva à sabedoria. Também poderíamos perguntar: será que para ser sábio é necessário ser cientista, acadêmico? Não necessariamente.

Há sábios entre nós com extensos e profundos conhecimentos com os quais muitos cientistas nem sonham. Para além do conhecimento, o sábio é aquele que decodifica informações, que lê e compreende o seu mundo. Este é o caso de Francisco Lucas da Silva, ou simplesmente Chico Lucas, um pensador, agricultor, pescador, construtor de barcos que mora nos arredores da Lagoa do Piató, em Assu/RN.

A sabedoria de Chico Lucas se refere, entre outros aspectos, aos seus profundos conhecimentos sobre a natureza do local onde vive e onde, há décadas, desenvolve filosofias e práticas de vida. Esses saberes também têm enriquecido o diálogo que Chico Lucas mantém com pesquisadores da UFRN e de fora dela.

Assim, o livro Francisco Lucas da Silva: Um Sábio na Natureza reúne diversas narrativas do autor, elaboradas a partir de entrevistas concedidas aos organizadores da edição, e textos de pesquisadores acadêmicos, especialmente os do GRECOM. Os primeiros quatro capítulos contêm o relato de parte dos conhecimentos de Chico Lucas: “A natureza me disse”; “Geólogo da mata”, “Acadêmico da complexidade” e “Poeta do silêncio”. O quinto capítulo reúne textos de diversos autores, sob o título “O homem revisitado”, e no sexto e último capítulo, “O cenário e o homem”, há o registro fotográfico de Areia Branca Piató – lagoa, barcos, canoas, artefatos construídos por Chico Lucas e Casa da Memória, uma casa construída em parceria entre Chico Lucas e o GRECOM, para abrigar pessoas e ideias que visitam o Piató.

Nas palavras da professora Maria da Conceição de Almeida, Chico Lucas é “um intelectual da tradição, um artista do pensamento que, distante dos bancos escolares e universidades, desenvolve a arte e um método para ouvir e ler a natureza à sua volta”. A sua sabedoria “é como o lodo que mantém viva uma lagoa; é o que sobrevive em meio à superpopulação das ideias, dos conceitos, das informações, das teorias, das interpretações”.

Share:

Comentários

Leave a reply