Geral

OTAN se expande para tirar protagonismo dos emergentes

Por Ismael Hossein-Zadeh

Muitos norte-americanos ainda acreditam que a política externa dos Estados Unidos é desenhada para manter a paz, garantir os direitos humanos e espalhar a democracia no mundo. Seja qual for a definição de seus objetivos, no entanto, essas políticas geralmente levam a resultados opostos: guerra, militarismo e ditadura. As evidências de que as autoridades dos Estados Unidos não sustentam mais os ideais que defendem publicamente é farta.

aqui

Share:
Tácito Costa

Comentários

1 comment

  1. Danclads Lins de Andrade 18 dezembro, 2010 at 20:50

    Estados Unidos,mantendo a paz no mundo??? Tem gente que acredita nisso?? Não é o que pensam iraquianos, afegães, dentre outros povos que foram atingidos de forma nefasta pelo militarismo norte-americano. O Iraque, por exemplo, apesar de viver uma ditadura, não tinha esta desordem que há hoje no país.

    A influência dos Estados Unidos nos organismos internacionais é escancarada e estes organismos têm que, para preservar o interesse norte-americano, buscar mecanismos de enfraquecer as novas forças internacionais, principalmente o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).

Leave a reply