Agenda

Quatro cidades potiguares recebem mostra de Akira Kurosawa

Akira Kurosawa_Trono manchado de sangue

Mostra do diretor japonês chega a Natal, Caicó, Nova Cruz e São Paulo do Potengi, a partir da próxima semana; clássicos como Os Sete Samurais terão sessões gratuitas.

Uma viagem pelo Japão feudal

Levar espectadores a uma viagem por um passado de samurais e cultura milenar. É o que pretende a mostra de cinema Jidaigeki: Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal, em cartaz este mês de março em quatro cidades norte-rio-grandenses.

Depois de passar por Mossoró na semana passada, a mostra desembarca primeiro em Natal (20 a 25/03) e São Paulo do Potengi (21 a 23/03).

Akira Kurosawa.2

Criticado no Japão por ser ‘ocidental demais’, Akira Kurosawa revelou um Japão fascinante e desconhecido; mostra tem parte importante da filmografia do ganhador do Oscar em 1989 pelo conjunto da obra.

Na capital potiguar, as exibições acontecem no auditório do Sesc Cidade Alta, às 18h30, exceto no sábado (14h).

Em São Paulo do Potengi, as sessões na unidade do Sesc têm horários variados.

E segue para Caicó (24 a 31/03) e Nova Cruz (28 a 30/03), também nas unidades Sesc.

Em todas as cidades com sessões gratuitas.

Os filmes escolhidos foram Rashmon (1951), Os sete samurais (1954), A Fortaleza escondida (1958), Trono manchado de sangue (1957), Yojimbo (1961) e Sanjuro (1962).

A mostra Jidaigeki: Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal percorre municípios do Estado como uma realização do Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN).

Sobre Akira Kurosawa (1910-1998)

Nascido em Tóquio, Akira Kurosawa lançou o primeiro longa aos 33 anos (Sugata Sanshiro – A Saga do Judô). Em 50 anos de profissão, dirigiu cerca de 30 filmes.

Se no Japão Kurosawa era criticado por ser ‘ocidentalizado demais’, para o exterior ele revelou um Japão fascinante e desconhecido.

On the Set of "Kagemusha"

Em 1995, ele quebrou a base da espinha após um escorregão; foi o início de sua morte por derrame cerebral, três anos depois, e o fim do sonho de morrer em um set de filmagem.

Um país áspero, de geografia hostil e hierarquia rígida, violento, com personagens disciplinados e fiel à tradição.

A tendência ‘ocidental’ de Kurosawa está em sua concepção cinematográfica, decorrente da notória fascinação do diretor pelo cinema norte-americano e europeu.

Já nos temas abordados, Akira Kurosawa sempre foi um realizador da cultura e ideologia orientais.

Os títulos escolhidos para a mostra expressam um período de sedimentação da maturidade artística de um dos principais diretores da história do cinema mundial.

Akira Kurosawa_Fortaleza escondida

A Fortaleza Escondida (1958) conta a história de dois camponeses em fuga de uma batalha, que se encontram com um general protetor de uma princesa. Filme inspirou Guerra nas Estrelas, por visão dos coadjuvantes em destaque.

Mostra Jidaigeki: Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal

Natal

Entre 20 e 25 de março, às 18h30 (14h no sábado), no Sesc Cidade Alta.

São Paulo do Potengi

Entre 21 e 23 de março, em horários variados, no Sesc Ler São Paulo do Potengi.

Sesc_Mostra JidaigekiCaicó

Entre 24 e 31 de março, com sessões às 19h, no Sesc Caicó.

Nova Cruz

Entre 28 e 30 de março, em horários variados, no Sesc Ler Nova Cruz.

Confira a programação completa no site www.sescrn.com.br

Share:

Comentários

Leave a reply