Que cerveja é essa? Pauwel Kwak

Breno Machado
GastronomiaMais

Existem cervejas que são notáveis por possuírem características únicas, pelas quais elas serão eternamente lembradas: seja algum ingrediente exótico, um rótulo incrível, uma preparação em ambientes singulares, uma levedura extraída de maneira bizarra… mas uma das mais interessantes são as cervejas que são famosas pelos seus copos.

Exatamente, confrade!

Se o copo ideal é capaz de oferecer a você uma experiência degustativa completa, existem aqueles rótulos que vão além disso e trazem com eles toda a história da cervejaria.

E um dos mais famosos é a Pauwel Kwak, uma ale belga ideal para quem anda a cavalo(?).

Obrigado, taverneiro!

O rótulo homenageia Pauwel Kwak, criador da receita da cerveja e proprietário da taverna The Hoorne, em Dendermonde, na Bélgica.

Kwak ficou notório por desenvolver, no século XVIII, uma solução incrível para uma classe trabalhista cervejisticamente desafavorecida à epoca.

Como não era permitido aos condutores de carruagens abandonar cavalos e passageiros, o Sr. Kwak, pensando na sede dos pobres cocheiros, idealizou uma adaptação em seus veículos: um suporte de madeira em formato de “C”, feito para sustentar copos especificamente desenvolvidos para eles: o Yard (“jarda”), semelhante aos copos-de-metro alemães, tradicionais nas disputas de Oktoberfest.

Hoje em dia é possível adquirir uma versão “unplugged” do copo com suporte, mas já adianto: dá uma pena danada de usá-lo.

pauwel-kwak-2Golden? Strong?

Embora seja classificada como uma Belgian Golden Strong Ale, a cerveja famosa pela engenharia de Pauwel destoa um pouco em duas das características que seu nome denota: a “Golden” (dourada), já que sua cor tende mais para o caramelo; e o “Strong” (forte), já que ela é até mais suave comparada a outras cervejas do mesmo estilo, apesar dos seus 8% de teor alcoólico.

Sensorialmente falando, ela possui uma espuma cremosa e aroma frutado bem presente.

No palato, ele vem cítrica, agridoce, caramelada e alcoólica, com uma discreta presença de lúpulo no final.

Notas

A Pawuel Kwak é uma cerveja que eu particularmente considero equilibrada demais para o seu estilo.

O dulçor e o álcool das Golden Strong belgas são as características que eu mais gosto de captar nelas.

De toda forma, vale a pena demais apreciá-la, ainda mais em seu copo nativo, que reforça o fetiche por uma das cervejas mais conhecidas do planeta por ter tirado os cocheiros da seca!

Ein prosit!

Já conhece a Pauwel Kwak? Ficou com vontade de conhecer, ou provou depois de ler nossa coluna? Tem dicas de lugares para encontrá-la, ou de alguma harmonização interessante?

Não deixe de postar seu comentário neste nosso espaço de divulgação da cultura cervejeira.

pauwel-kwak-3E então, Que cerveja é essa?

Nome: Pauwel Kwak

Cervejaria: Bosteels

País de origem: Bélgica

Estilo: Belgian Golden Strong Ale

Álcool: 8% ABV

Harmonização: Salame, paella, massas ao molho pesto.

Temperatura ideal: 8 – 12 °C

Copo: Yard (Kwak)

Média de preço: R$ 25-30 (Garrafa de 330 ml)

Onde encontrar: lojas de cervejas especiais e pubs na cidade.

Gostou dela? Recomendo Delirium Tremens, Duvel Tripel Hop, Piraat

Share:
Breno Machado

Comentários

Leave a reply