Mais

Sou um parodoxo

Um pensamento para reflexão: O mais alto paradoxo do personalismo cristão é ser um indivíduo ‘encontrado em Jesus Cristo’ e, assim, ‘perdido’ para tudo aquilo que, do ponto de vista mundano, pode ser considerado como sendo o seu ‘eu’. Isto significa ser, ao mesmo tempo, você e Cristo.

Não sei se é por ser artista

autista?

jazzista,

músico instrumentista.

Sinceramente não sei

apesar da psicanálise

Tenho altos e baixos

como todo mundo.

Raso e profundo.

Entro em conflito

grito

comigo e com o outro.

Mas um dia briguei com um cara

que maltratava um potro.

Penso que um cara desses

é mais bruto que um cavalo.

E naquele embalo

eu não encontro o ETERNO nele.

Exalo.

Me entalo.

Jacu-estalo.

Mas eu sei da minha luta interna

eterna

para ser gente.

Agradável. Contente.

Muitas vezes triste.

Sofrendo.

Querendo, morrendo…

Outras vezes com o dedo em riste.

Criticando.

Podando.

Chicoteando.

E, quando estou bem,

tocando!!!

Dando o melhor de mim ao povo

tudo novo.

Share:

Comentários

11 comments

  1. AGNALDO SALMED 31 janeiro, 2018 at 15:30

    Grande poeta. Também poeta. Leveza. Lembra o paranaense Paulo Leminsk. Todos somos paradoxais rsrsrs
    Beijão fraterno

  2. Rita Vieira - jornalista 31 janeiro, 2018 at 15:38

    ahhhhh! meu menino do vale do sabugi, vc também é poeta e dusbão – como falam os mineiros kkkkk
    obrigada, TÁCITO, por mostrar pérolas escondidas!!!
    mil beijos da velho colega aqui do RIO

  3. elias rabinovic 31 janeiro, 2018 at 15:56

    SHALOM, TÁCITO!
    SHALOM, URBANO MEDEIROS!
    SHALOM, PS!
    NESHIKA YEHUDI (beijo judaico) DO RABINO DAQUI DE SAMPA QUE AMA POESIA, LITERATURA, MÚSICA, CINEMA, ARTE, SUBSTANTIVO PLURAL.
    VIVA O POVO POTYGUAR. MEUS PRIMOS…
    VIVA A ALEGRIA E A VIDA BEM VIVIDA.

  4. Francisco Fole 1 fevereiro, 2018 at 17:02

    Urbano é um artista múltiplo | plural
    Amei a forma dele fazer poesia
    Fiquei sabendo que é ator, locutor, narrador, compositor
    Pena que o Brasil dessa merda do funk não o reconhece
    É preciso o cara viver ganhando a vida fora
    Ainda bem que nós temos um OÁSIS chamado Substantivo-Plural que eu aprendi a amar e divulgar
    Abração

  5. Taperoá 2 fevereiro, 2018 at 14:38

    tudo o que urbano medeiros faz, faz bem –
    com ele é no capricho –
    certa vez o vi atuando (ATOR) numa peça sobre o poeta americano THOMAS MERTON, na Paraíba e ao final foi aplaudido de pé.
    dom é dom.
    o Criador já faz a pessoa na medida –
    eu creio, mesmo com minha pouca fé –
    beijão fraternal
    Yossef

  6. Nina Cantora 2 fevereiro, 2018 at 20:04

    URBANO MEDEIROS – que conheci na Suíça faz anos – tb é um escritor admirável. O mesmo tem vários livros lançados inclusive por Editoras da grande de S. Paulo.
    Urbano é completo. Um ser iluminado. Coloquem sempre textos dele neste lindo e gostoso S|Plural.
    Urbano é engajado na questão SOCIAL TAMBÉM!!
    Beijos de Aracaju

  7. Brito 3 fevereiro, 2018 at 11:44

    MAIS MAIS MAIS MAIS ARTIGOS DO MESTRE URBANO.
    LINGUAGEM CONTEMPORÂNEA. MODERNA.
    DELICIOSOS.
    ATT.

    BRITO – NITERÓI – RN

  8. Nilton Costa Arrais 3 fevereiro, 2018 at 16:13

    Cabra bom este Medeiros
    Amo sua arte
    Todas as artes
    Abraço suado do véio Nilton
    P.S: o Substantivo-Plural veio pra ficar
    Tem conta no BB pra eu ajudar vcs? – É de coração
    Eu adoro ajudar as causas nobres

  9. Rogério Halila 4 fevereiro, 2018 at 11:01

    sou de Curitiba e descobri que vcs divulgam o trabalho/obra (OPUS) de Urbano grandíssimo potiguar.
    fiquei muito muito feliz. Pois também sou artista – balé
    abraço a todos

    E.T: já coreografei várias músicas do Urbano Medeiros aqui no sul.

Leave a reply