AgendaMúsica

Zé Maria lança o CD “Pescador” dia 12 de agosto no Bardallos

O cantor, compositor e ator José Maria Alves Adelino, ou simplesmente “Zé Maria”, lançará no dia 12 de agosto, às 21 horas, no Bardallos (R. Gonçalves Ledo – Cidade Alta), o seu CD de estreia “Pescador”.

Zé Maria, um pescador potiguar, que caiu na rede da arte desde a infância, indo da paixão pelo desenho, pela escrita de contos e poesias, a música e o cinema. Este último adentrou a sua vida com a ida da equipe do filme “Sonhos de peixe” e o convite do preparador do elenco, Sergio Penna, para participar como protagonista do filme sob a direção do russo Kirill Mikhanosvky, em 2006, a película foi para Cannes. Depois vieram outras obras cinematográficas, como “Mar verde, terra preta” de Renata Pinheiro, “Nova Amsterdam” de Edson Soares, “Clube dos canibais” de Guto Parentes, e “Sol alegria” de Tavinho Teixeira que está para ser lançado.

Na música são dois os seus instrumentos, violão e bateria, começou aos 14 anos à tocar bateria, tendo participado da banda Out Siders, aos quatro anos iniciou-se no violão e na arte de compor. Atualmente, faz parte da banda Deus é fiel e investe em seu trabalho solo de Pop Romântico. São duas vertentes de trabalho musical que dividem-se na religiosa, enquanto um compromisso para com sua crença, e na profissional, que é o Pop Romântico.

Essa confluência artística existente em Zé Maria caminha de mãos dadas com o homem, Zé Maria, o pescador, o menino nascido e crescido em Baia Formosa, o guia turístico de Baia Formosa, o pai de cinco filhos, um homem do povo com um olhar sensível para as coisas que lhe cercam, e que, finda por transformar a vida em arte. E esse é um dos pontos que torna sua música diferenciada, por ser a canção que fala do mar, vivenciando o mar na sua multiplicidade de ser calmo e furioso, assim como o fato de que sua música ser Pop e não regionalista, também produz uma diferenciação em seu trabalho.

Prova disso é Ney Matogrosso ter conhecido seu trabalho e reconhecer nele um potencial de qualidade para a cena musical nacional, e além de ter descoberto o artista, apoiá-lo, produzir seu CD, abrir algumas portas para ele, como foi com a Som Livre para que o trabalho de Zé possa ser conhecido no Brasil.

Portanto, a música de Zé Maria é elo entre a simplicidade do ser humano e a magnitude da arte daqueles que a têm em si mesmo, é uma possibilidade a mais no nosso dia a dia de termos acesso a um trabalho musical de qualidade e capaz de falar harmoniosamente de si de forma muito simples, sonoramente.

Share:

Comentários

Leave a reply