20 fotografias do batuque da Nação Zambêracatu para a Rainha do Mar em Natal

Stephanie Bittencourt
DestaqueFotografia

Uma multidão de adeptos e curiosos se reuniu na tarde de ontem (02) para acompanhar o batuque promovido pela Nação Zambêracatu na Praia do Meio, Zona Leste de Natal. Homenagem à Iemanjá que vai além do fortalecimento de uma tradição cultural para registrar um alerta contra o vandalismo sofrido pela estátua do orixá, a Rainha do Mar, e a intolerância contra a religiosidade de matriz africana

Batuque_2

Batuque_3

Batuque_4

Batuque_5

Dia 02 de fevereiro, no calendário das religiões de matriz africana, é dedicado a Iemanjá, orixá do candonblé e da umbanda, divindade das águas, mãe de todas as orís (cabeças) e um dos orixás mais populares no Brasil, pelo sincretismo com Nossa Senhora

Batuque_6

Batuque_7

Batuque_8

Batuque_9

Batuque_10

A Nação Zambêracatu foi fundada em outubro de 2012, em Natal, para difundir a cultura afro-brasileira no Rio Grande do Norte. O grupo tem referência musical no maracatu de baque virado, original da Zona da Mata pernambucana

Batuque_11

Batuque_12

Batuque_13

Batuque_104

Batuque_15

O grupo desenvolve trabalho autoral, com canções de exaltação do negro e de sua religiosidade. É também um instrumento de combate ao racismo e à intolerância religiosa, através de ações em comunidades da grande Natal, como ensaios abertos, oficinas e apresentações

Batuque_17

Batuque_16

Batuque_18

Batuque_19

Batuque_20

Share:
Stephanie Bittencourt

Comentários

Leave a reply