Crônicas e Artigos

MINICONTO: Leitura obrigatória

91eyecdf8yl

Por Weslley Loose Ludtke (Cacoal/RO)

Em uma sala de aula na Rússia o professor propõe a tarefa: leitura e discussão sobre o clássico russo Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski. A reclamação é geral:

– Ah, professor, são seiscentas páginas! Qual o prazo? O quê? Duas semanas?!

No fundo da sala, o estudante Nikolai alheio às reclamações, que julga infrutíferas, puxa da mochila, meio escondidinho, um exemplar surrado de O Hobbit, de Tolkien.

Naquela mesma tarde no Brasil, Fernando, acadêmico de letras português-inglês, desiste pela terceira vez de terminar a leitura de O Hobbit, de J.R.R. Tolkien.

Precisa apresentar um artigo com o tema “Cultura Popular e Literatura do Século XX: Um Estudo de Caso Sobre ‘O Hobbit’ de J.R.R. Tolkien”.

“Muito chato – diz Fernando – Esse mundo estranho cheio de seres esquisitos. Estorinha pra criança!” Levanta. Vai buscar um café. Volta à mesa e retira debaixo de uma pilha de apostilas e provas o tomo I do seu Dom Quixote, de Cervantes.

– O artigo que espere. Isso que é livro! – monologa. E deleita-se com o cavaleiro da triste figura.

Enquanto isso, no Chile, um grupo de teatro estuda o texto O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, que será objeto da próxima peça.

O jovem ator José, após um longo bocejo, olha para o colega Juan, que está ao seu lado, e diz:

– Cara, você precisa ler isto: Crime e Castigo! – e mostra o livro na tela do tablet.

– Dostoi… o quê? Não conheço. É bom? – pergunta Juan.

– Se é bom? Pra mim é o melhor! – se empolga José – Mas agora, vamos voltar pra leitura obrigatória.

——

* Conto classificado em 2º lugar no Concurso de Minicontos promovido pelo Grupo Casarão de Poesia

Share:

Comentários

Leave a reply