Agenda

Vem aí o Troféu Cultura 2016 no Substantivo Plural

trofeu-categoria-melhor-ator-rodrigo-bruggemann

São 13 anos de reconhecimento à arte praticada no Rio Grande do Norte. Desde a primeira edição, o Troféu Cultura procura alimentar o artista com o que há de mais valioso para seu trabalho: o prestígio. Diferentes manifestações artísticas estão contempladas: Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Dança, Fotografia, Literatura, Música e ainda o Artista do Ano, sem falar em homenagens pontuais pelo apoio à arte e à cultura, festejadas durante memorável solenidade na entrega dos Troféus.

Artistas, jornalistas e produtores de cultura do Rio Grande do Norte selecionaram cinco indicados para cada uma das 14 categorias. Esses indicados serão anunciados durante jantar oferecido para 40 convidados da imprensa, empresários e agentes culturais no salão nobre do Palácio da Cultura (Pinacoteca do Estado), às 20h desta quarta-feira (21). A festa de entrega do Troféu Cultura acontecerá dia 17 de novembro, assim como em 2015, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do RN (Fiern).

Na mesma noite do jantar, a partir das 18h, os indicados também serão divulgados, pelo segundo ano consecutivo, no portal de cultura Substantivo Plural (http://www.substantivoplural.com.br/). E se o júri especializado selecionou os cinco indicados em cada categoria, no portal é o internauta quem definirá os vencedores do Troféu Cultura 2016. Assim como no ano passado, a enquete permitirá um único voto por computador, já que o sistema registra o IP de quem votou, legitimando o resultado final. A votação começa dia 21 de setembro e termina dia 15 de novembro.

Você pode votar nas categorias de Melhor Fotógrafo(a), Melhor Artista Visual, Melhor Espetáculo de Dança, Produtor(a) Cultural, Destaque na Literatura, Destaque no Audiovisual, Melhor Atriz, Melhor Ator, Melhor Espetáculo de Teatro, Melhor Show, Melhor Banda, Melhor Cantora, Melhor Cantor e Artista do Ano. “Mas independentemente do resultado, o importante é ser lembrado. O artista potiguar já é um vencedor, mas precisa de prestígio. É isso que o Troféu Cultura tenta oferecer já por 13 anos”, ressalta o idealizador da premiação, Toinho Silveira.

O número de votantes ano passado superou as expectativas da organização, com mais de 11 mil registros de voto por IP. O grupo circense Tropa Trupe se sagrou o grande premiado da noite, com os troféus de Melhor Ator para Rodrigo Bruggemann (foto) e de Melhor Espetáculo de Teatro, com A Lenda do Trapezista Cego. O grupo, já internacional à época, Far From Alaska recebeu o troféu de Artista do Ano. Este ano, as 14 categorias se repetem, com uma adaptação na categoria Dança, que muda a premiação de Companhia de Dança para Espetáculo de Dança, a pedido da própria classe.

Confira os indicados e os vencedores do Troféu Cultura 2015, em negrito:

MELHOR FOTÓGRAFO
– Alex Gurgel
– Carla Belke
– Giovanna Hackradt
– Pablo Pinheiro
– Ramón Vasconcelos

MELHOR ARTISTA VISUAL
– Gustavo Rocha
– Jackie Monteiro
– Mathieu Duvignaud
– Sabrina Bezerra
– Wagner de Oliveira

DESTAQUE NO AUDIOVISUAL
– Carito
– Helio Ronyvon
Moniky Rodrigues e Dhara Ferraz
– Rodrigo Sena
– Victor Ciríaco

PRODUTOR CULTURAL DO ANO
– Anderson Foca (Dosol)
– Geraldo Gondim (Eco Praça)
– Juçara Figueiredo (Fest Bossa & Jazz)
– Marcos Sá de Paula (Som da Mata)
– Mônica MacDowell (MPB Jazz e Valéria Oliveira)

MELHOR CIA. DE DANÇA
– Anízia Marques Cia de Dança
– Cia de Dança Contemporânea do TAM
– Gira Dança
– Namu Cia de Dança
– Procura-se Cia de Dança

MELHOR ESPETÁCULO DE TEATRO
– Abrazo (Clowns de Shakespeare)
– A Lenda do Trapezista Cego (Tropa Trupe)
– Dois Amores Y Um Bicho (Clowns de Shakespeare)
– Guerras, Formigas e Palhaços (Grupo Estação de Teatro)
– Jacy (Grupo Carmin)

MELHOR ATOR
– César Ferrário (Clowns de Shakespeare)
– Dudu Galvão (Clowns de Shakespeare)
– Henrique Fontes (Grupo Carmin)
– Rodrigo Bruggemann (Tropa Trupe)
– Rogério Ferraz (Estação de Teatro)

MELHOR ATRIZ
– Ananda Krishna (Arkhétypos Grupo de Teatro)
– Nara Kelly (Estação de Teatro)
– Paulinha Medeiros (Bololô Cia Cênica)
– Quitéria Kelly (Grupo Carmin)
– Titina Medeiros (Clowns de Shakespeare)

DESTAQUE NA LITERATURA
– Alex de Souza – ‘Moacy Cirne – Paixão e sedução pelos quadrinhos’
– Luan Xavier – ‘A Bruxa – E as vidas de Marinho Chagas’
– Maria Maria – ‘Proposta de Chuva’
– Nelson Patriota – ‘Um Equívoco de Gênero e Outros Contos’
– Pablo Capistrano – ‘A grande pancada – crônicas do tempo do Jazz’

MELHOR SHOW
– Khrystal, no Teatro Riachuelo
– Mahmed, na Pinacoteca Potiguar
– Orquestra Sinfônica do RN (Ópera Carmina Burana), no Teatro Riachuelo
– Sergio Groove, no Natal em Natal (Zona Norte)
– Valéria Oliveira, em Mirassol

MELHOR BANDA
– Camarones Orquestra Guitarrística
– Far From Alaska
– Fukai
– Plutão Já Foi Planeta
– Quarteto Linha

MELHOR CANTOR
– Allan (Rastafeeling)
– Giancarlo Vieira (Os Grogs e Duo Rock)
– Isaac Ribeiro (Florbela Espanca e Sangue Blues)
– Júlio Lima
– Wescley Gama

MELHOR CANTORA
– Carmem Pradella
– Jaina Elne
– Lysia Condé
– Maíra Salles
– Valéria Oliveira

ARTISTA DO ANO
– Camarones Orquestra Guitarrística (música)
– Carlos Fialho (literatura)
– Far From Alaska (música)
– Helio Ronyvon (audiovisual)
– Titina Medeiros (artes cênicas)

Share:

Comentários

Leave a reply