Destaque

Bichas no comando

Desfile das Kengas. Foto: Marco Polo

Desfile das Kengas. Foto: Marco Polo

O desfile das Kengas acabou e enquanto não começava o show de Maria Alcina saí procurando um banco para sentar na Praça André de Albuquerque. Quase todos destruídos, como toda a praça.

Encontrei um melhorzinho, semidestruído, mas ocupado por três homossexuais. Dois mais jovens e um de meia idade, este o mais eloquente. Pedi licença e sentei na pontinha para não atrapalhar.

Eles já conversavam animadamente e assim continuaram. Não tive como deixar de ouvir.

Infelizmente, não demoraram no banco. Mas ainda deu para captar e escrever no celular parte do bem humorado bate-papo.

“Perguntam se sou ativo ou passivo. Kkkkkk. Sou tudo.”

“Adoro pegar homem casado. Agora, fale de mim racha. kkkkkk”

“Só não gosto de racha!”.

“Dei 30 Reais a um bofe, quando chegou a hora era para eu comer ele. Nam!”

“Hoje, de cem dois é homem. Começo pela minha família. Meus sobrinhos, agora, casados, comiam muito fresco.”

“Bicha, que desfile demorado foi esse.”

“A bicha do prefeito falou pouco com medo de vaia. kkkkkk”

Pois é, amigos, de cem apenas dois escapam. Não adianta espernear. Foi o que o trio de praça, do alto da experiência e com conhecimento de causa, proclamou. Quem sou eu para duvidar, mesmo porque nos últimos tempos a debandada é geral.

Mais dias, menos dias, recebemos boquiaberto notícias de que outroras fortalezas hetero, religiosas, morais e cívicas desabaram intempestivamente. Sem sequer um WhatsApp de despedida.

Tá certo que alguns estudiosos já disseram que o sexo do futuro é o bissexual, mas eu pensei que essa realidade ainda estivesse longe. A levar-se em conta a estatística das alegres criaturas da praça parece que não!

Fico pensando no fascistão Bolsonaro presidindo um país com mais bichas no mundo. Das duas uma, ou ele mandava exterminar todas ou saía de vez do armário e assumia o seu lado feminino. Nesse último caso, todos seriam felizes para sempre.

PS. Sobre o show da Maria Alcina. Achei mais ou menos. O som não ajudou a cantora.

Share:
Tácito Costa

Comentários

4 comments

  1. Aldo Lopes de Araújo 2 março, 2017 at 00:34

    Gostei, Tácito. Do texto e das bichinhas. Para ser franco, mais das bichinhas. Porque você não pediu para fazer uma selfie com elas? Eu ia adorar! Você sabe que a boa literatura anda por essas quebradas mesmo, fazendo esse tipo de registro. Nem o prefeito escapou.

  2. Anchieta Rolim
    Anchieta Rolim 2 março, 2017 at 19:10

    Texto massa!!! Capitão, aproveitando a carona… Estava fuçando o blog e percebi que meus poemas da Coluna ” Poeta da Semana”, não estão junto aos outros . Te enviei o Link por email. Um abração!

Leave a reply