Agenda

Café Impresso debate presente e futuro do jornalismo no RN

jornal

O Rio Grande do Norte ganha a partir do próximo sábado (6) um espaço aberto para debater o jornalismo e os desdobramentos da profissão para a categoria e sociedade. Organizado pelo recém-criado POTI, Coletivo de Jornalistas do RN, o Café Impresso ocorrerá uma vez por mês, a partir das 15h, no Nalva Café Salão, bairro da Ribeira.

Após os debates, haverá um pocket-show com um artista convidado da cidade. Antes das discussões, o POTI vai exibir vídeos de profissionais do Estado respondendo a pergunta principal do Encontro. O Café Impresso é gratuito e aberto a jornalistas e demais interessados.

O tema da primeira edição é uma provocação: “Pra que serve o jornalista?”. A ideia é que durante o debate o grupo defina o tema do Café Impresso seguinte. No formato horizontal proposto pelo Coletivo não haverá composição de mesa, apenas um mediador para organizar as intervenções. O que significa que o público é quem promove o debate.

O cantor e compositor Júlio Lima encerra o primeiro Café Impresso, por volta das 17h, com música e reflexões sobre o momento político do país.

O que? Pra quê serve o jornalista?
Quando? 6 de maio (sábado), às 15h
Onde? Nalva Café Salão (av. Duque de Caxias, Ribeira, ao lado da Tribuna do Norte)
Público alvo: jornalistas e demais interessados
Artista convidado: Júlio Lima
Entrada franca

Share:

Comentários

Leave a reply