LiteraturaMais

Morre em Natal o poeta e jornalista Sanderson Negreiros

Faleceu nesta terça-feira, 19, em Natal, o jornalista, cronista e poeta Sanderson Negreiros, 78, considerado um dos mais importantes escritores do Rio Grande do Norte. Foi articulista da Tribuna do Norte e membro da Academia Norte rio-grandense de Letras, patrono da cadeira 40.

Formou-se em Direito, atuou como jornalista, servidor do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte, promotor adjunto e professor de “Cultura Brasileira”. Foi presidente da Fundação José Augusto por cerca de três anos.

Estreou na literatura aos 15 anos de idade com o livro de poesia “o Ritmo da Busca”, editado em 1958, em Natal. O lançamento foi um sucesso. Ficou conhecido na época, como uma revelação na poesia pela sua maneira simples de expressar os seus pensamentos, em poemas.

Dentre as suas publicações, destacam-se os livros “O Ritmo da Busca”, “Lances Exatos”, “A Hora da Lua da Tarde”, “Tardes do Alecrim”, “Manhãs do Tirol” e “Noites da Ribeira”.

O velório está ocorrendo no Centro de Velório da Rua São José. O cortejo sairá às 16h e o sepultamento será às 17h no cemitério de Nova Descoberta.

Não arquitetes o som.
Não estrutures o nada.
A fome basta ao hábito
de ser.
Basta ao homem o nome de
Homem. Seu sono. Sua dor.

do livro FÁBULA FÁBULA

Share:

Comentários

Leave a reply