Que cerveja é essa? Pacific Extra Pale Ale

Breno Machado
ColunistasGastronomia
pacific-extra-ale-2

Casal Leonardo Sewald e Caroline Bender fundou, em 2010, a portoalegrense Seasons, compromissados com a Lei da Zoeira, devidamente batizada como Reinheitskamehamehadooooukentsgebot, brincadeira com a famosa lei de pureza alemã

E o Verão já chegou metendo o pé na porta, confrade! É chegado o momento de eleger o motorista (ou, provavelmente, sortear o desafortunado) do dia, abastecer o cooler até a tampa e ir à praia!

“Pois é, Breno”, você deve estar pensando, “também é a hora de tirar férias das cervejas especiais, já que elas são pesadas demais para se curtir uma praia”. Certo?

Calma! Não é bem assim!

É certo que as cervejas artesanais são conhecidas por serem, em comparação às produzidas pelas cervejarias mais populares no Brasil, mais fortes, alcoólicas e ‘encorpadas’ (embora esse termo seja muito mal empregado, na maioria dos casos. Mas esse é um assunto para outra conversa).

Isso não significa que não existam estilos voltados para aplacar o calorzão que já se avizinha entre nós, como é o caso da sazonal Pacific Extra Pale Ale, da brasileira Seasons.

Avacalhando a Lei de Pureza

Em oportunidades anteriores (www.substantivoplural.com.br/87834-2) já conversamos sobre a famosa Reinheitsgebot (e de leitura desafiadora), a Lei de Pureza Alemã de 1516, promulgada pelo Duque Guilherme IV da Baviera.

A lei determinava como os componentes da cerveja somente água, cevada e lúpulo (a levedura só iria fechar o Quarteto Fantástico a partir do século XIX).

E também já falamos como muitas escolas cervejeiras, como a Belga Floris Kriek Cherry (www.substantivoplural.com.br/87233-2) à sua maneira deixaram a Lei de 1516 de escanteio e continuaram, com muita personalidade, a executar suas centenárias produções.

Mas, como todos nós sabemos, o Brasil tem uma maneira distinta de questionar as tradições. Aqui é na base da esculhambação!

E imbuído desse espírito o casal Leonardo Sewald e Caroline Bender fundou, em 2010, a portoalegrense Seasons, afirmando o compromisso com outra Lei – a da Zoeira! Devidamente batizada como “Reinheitskamehamehadooooukentsgebot”.

Com equipamentos idealizados por eles mesmos, usando lúpulos estadunidenses como se não houvesse amanhã e firmando parcerias de gente grande, como a cervejaria Green Flash, de San Diego, Leonardo e Caroline rapidamente transformaram suas estapafúrdias ideias cervejeiras em receitas que conquistaram corações, mentes e prêmios mundo afora.

cervejaria-seasons-porto-alegre-rs

Tomando uma vaca

Voltando ao assunto do Verão: a Pacific Extra Pale Ale faz parte de um movimento que rebate um pouco minha controvérsia sobre a Escola Americana (www.substantivoplural.com.br/que-cerveja-e-essa-punk-ipa).

Ela representa uma luta que ocorre na Costa Oeste dos Estados para legitimar o surgimento de um novo estilo: a Extra Pale Ale, categoria limítrofe entre a suavidade da APA (American Pale Ale) e o amargor assertivo da IPA (India Pale Ale).

A receita da Seasons, feita exclusivamente para a estação mais quente do ano, abusa de lúpulos estadunidenses, que conferem aroma e amargor presentes, mas adiciona lúpulos australianos, o que reforça o caráter frutado do estilo.

O resultado disso é uma salada de limão, grapefruit, maracujá, mamão e abacaxi, com uma drinkability lá em cima. Muito refrescante.

lupulos

Lúpulos australianos e norte-americanos estão na receita da Pacific, o que garante tanto amargor, como sabor frutado

Notas

Ou seja: cerveja especial dá praia, sim! E pode ser brasileira, o que deixa a experiência mais legal.

O portfólio da Seasons é muito bom. Todas as cervejas deles contam com a aprovação do responsável técnico, que é o Schnauzer do casal. Mas, como disse, são muitas cervejas sazonais. Ou seja, a hora de provar uma sempre é agora.

Só mais uma coisa, confrade: não é porque essas cervejas são mais suaves que as Stout, IPA e Trapistas da vida que você vai entornar o pote como fazia com aquelas cervejas do Verão passado, hein?

Um teor alcoólico de 5,5% ainda é considerável!

E, óbvio: só beba se tiver o azarado do motorista do dia ao seu lado! Só quando não tiverem que dirigir mais a lugar algum, o deixe experimentar sua Pacific Extra Pale Ale!

Ein prosit!

pacific-extra-ale-3E então, Que cerveja é essa?

Nome: Pacific Pale Extra Ale

Cervejaria Seasons

País de origem: Brasil

Estilo: American Pale Ale

Álcool: 5,5% ABV

Harmonização: Espetinho de camarão, milho cozido, bife grelhado.

Temperatura ideal: 5 – 7 °C

Copo: Caldereta

Média de preço: R$ 30 – 35 (Garrafa de 500 ml)

Onde encontrar: em lojas e pubs que vendam cervejas especiais.

Gostou dela? Recomendo Perro Libre American Pale Ale, Júpiter American Pale Ale e Madalena American Pale Ale

Share:
Breno Machado

Comentários

Leave a reply